Você contrata promessas ou realidades?

Você tem à sua frente dois candidatos à mesma vaga na sua empresa: um tem um grande potencial para se tornar um grande profissional; o outro já tem algumas importantes realizações em seu currículo. Qual dos dois você escolhe?

Segundo o professor Zakary Tormala, da Universidade de Princeton, são grandes as chances de você escolher a promessa em detrimento da realidade. No interessante Experts Are More Persuasive When They’re Less Certain, Tormala relata o experimento no qual simulou as descrições de dois atletas diferentes:

Metade dos voluntários do estudo recebia uma lista com todas as realizações de um jogador de basquete experiente durante um período de cinco anos; a outra especulava as possíveis façanhas de que um atleta potencialmente bom seria capaz, também em cinco temporadas. A pergunta era: qual deveria ser o salário anual de cada um?

Na média, o novato recebia uma avaliação US$ 1 milhão superior ao veterano (US$ 4,26 milhões contra US$ 5,25 milhões). A pegadinha do experimento era que a lista de realizações era exatamente igual. O veterano havia, de fato, conquistado tudo, enquanto que o novato poderia vir a conquistar também.

Pergunta-se: faz sentido pagar menos ao certo do que ao duvidoso? Qual a sua opinião?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *