Comendo com os olhos

Pouca gente sabe, mas venho de uma família de exímios cozinheiros. Meu avô materno comandou seu próprio restaurante por décadas. Meus tios herdaram seus dons, para alegria dos convidados de suas frequentes comemorações. Já eu não passo vergonha, tampouco fome.

Mas o que isso tem a ver com Administração? Muita coisa! Assista um episódio de Kitchen Nightmares e imediatamente você verá o link entre gastronomia e gestão.

Continue lendo “Comendo com os olhos”

Liderando pelo exemplo

Muitas empresas já passaram por penosos processos de cortes de custos. Independentemente do tamanho ou nacionalidade da companhia, invariavelmente há os que ficam com a sensação de que injustiças são cometidas.

Nada pior do que um discurso de austeridade contrastando com instalações nababescas no último andar, onde isola-se o CEO da empresa, com seu privativo banheiro de mármore e escrivaninhas de mogno. Por isso, por mais duras que sejam as medidas e impopulares as ordens, os líderes devem ser os primeiros a mostrar, clara e inequivocamente, que apoiam as decisões – e obedecem-nas.

Continue lendo “Liderando pelo exemplo”

Pequenas vitórias, grandes mensagens

Todos nós temos acompanhado os acontecimentos recentes no Rio de Janeiro, torcendo pela vitória da polícia contra os traficantes de drogas. A cidade vive um momento único em sua história, talvez na melhor chance até hoje de derrotar um problema endêmico.

Desde a semana passada, a ofensiva vem conseguido êxito em suas iniciativas acumulando, deste modo, pequenas porém significativas vitórias.

Como explica John Kotter, em The Heart of Change, essas vitórias de curto prazo "alimentam a fé no esforço de mudança, recompensam emocionalmente os que trabalham duro, mantêm os críticos longe e criam ímpeto1".

Continue lendo “Pequenas vitórias, grandes mensagens”