Curso de Influência & Persuasão

Imagine que você trabalhe com vendas, em um setor que tem uma demanda estável, mas a oferta pode variar de tempos em tempos, de acordo com alguns fatores ambientais – como o agronegócio, por exemplo. Por causa de alguma mudança inesperada no mercado, você percebe que a oferta do seu produto sofrerá uma grande restrição em um futuro próximo – digamos que uma estiagem provocará uma diminuição na oferta de carne.

Divulga I&P_01Você percebe, então, uma oportunidade para aumentar suas vendas e, de posse desta informação, resolve criar uma campanha especial para o seu setor de televendas. Você acrescenta uma pequena explicação sobre como a seca afetará o abastecimento de carne nas próximas semanas e sugere aos clientes que aumentem seus estoques para o período.

Tudo pronto, a campanha vai para o ar e os resultados mostram que sua estratégia estava absolutamente certa, porque as vendas aumentaram 24%! Feliz com o resultado, você e sua equipe comemoram.

Realmente, o resultado foi ótimo, parabéns! Mas se você conhecesse um pouquinho sobre os Princípios de Influência e Persuasão, o aumento nas suas vendas poderia ter sido TRÊS VEZES MAIOR. Clique aqui para saber como!

Curso de Negociação

Imagine que você esteja vendendo seu carro e queira R$ 40 mil por ele. Seu colega de trabalho disse que está interessado, mas fez uma contraoferta de R$ 35 mil, à vista. A compra do seu carro novo está praticamente certa mas, para fechá-la, você ainda precisa vender o seu – e, por isso, a oferta do seu colega parece cada vez mais atraente.

Curso de NegociaçãoVocês conversam novamente na hora do almoço, mas ele permanece irredutível: R$ 35 mil. No fim da tarde a concessionária onde seu carro novo está reservado liga avisando que a reserva expira naquele dia, caso o negócio não seja fechado.

Você sente a oportunidade escapando pelos seus dedos e decide conversar novamente com seu colega de trabalho para tentar, ao menos, trazer o valor oferecido mais para perto do pedido. Você bola uma estratégia e, com ela, vai conversar com seu amigo.

Depois de alguns minutos de conversa, ele oferece dividir a diferença entre o que está oferecendo e o que você está pedindo, isto é, R$ 37.500. Feliz da vida você aceita e acha que fez um ótimo negócio.

O que você não sabe é que deixou passar uma ótima oportunidade de aumentar o valor que recebeu- e o que você perdeu daria para pagar um ótimo curso de Negociação. E ainda sobraria dinheiro para encher o tanque.

Não acredita? Então clique aqui e descubra o que você deixou passar!

Negociação

Este curso foi desenvolvido de forma a cobrir os tópicos mais relevantes dentro de um processo de Negociação, envolvendo disciplinas como Marketing e Economia.

Nele você conhecerá os conceitos mais importantes envolvidos em uma Negociação, aprenderá a mapear corretamente uma situação, saberá como se defender de armadilhas comuns e empregar táticas incomuns.

Terá contato com princípios de Psicologia, para identificar erros básicos de julgamento, assim como entenderá o que funciona e o que não funciona na hora de influenciar seus interlocutores.

Verá algumas noções de Teoria dos Jogos e suas diversas implicações nos relacionamentos e na elaboração de estratégias mais eficazes.

Para maiores informações, visite a página do curso de Negociação, de Rodolfo Araújo.

Tomada de Decisão

A Tomada de Decisão é um processo cognitivo através do qual escolhemos uma determinada opção, dentre uma série de alternativas. Com as recentes mudanças nas organizações, esta atividade quebrou barreiras hierárquicas diluindo-se por toda a empresa caracterizando-se, assim, como uma importante fonte de vantagem competitiva.

Por este motivo, tomar decisões corretamente reflete uma necessidade crescente nas corporações que pretendem melhorar sua performance.

Este curso oferece uma visão integral da Tomada de Decisão, de forma a capacitar seus participantes a:

– Analisar o processo de Tomada de Decisão de maneira abrangente;
– Conhecer suas principais dimensões – Escolha e Alternativas – para compreender, também, suas inter-relações;
– Identificar os aspectos psicológicos envolvidos, minimizando as possibilidades de erro e potencializando as oportunidades;
– Entender o papel da Comunicação na Tomada de Decisão;
– Rever a forma como as Informações são consideradas, de maneira a validar e ponderar corretamente seus critérios de escolha; e
– Buscar Alternativas além daquelas normalmente consideradas.

Para maiores informações, visite a página do curso de Tomada de Decisão, de Rodolfo Araújo.

PharmaCoaching – Ciência em Curso

PHARMACOACHING é uma consultoria de Aprendizado Corporativo que usa a Ciência como principal ferramenta. Nossos cursos, palestras, treinamentos e programas de coaching abordam conceitos inovadores e de aplicação imediata, que vão levar sua equipe a um outro nível de performance.

PHARMACOACHING oferece conteúdo próprio, ideias e conceitos originais que mostram novas formas de enxergar as situações. Modismos acadêmicos e best-sellers corporativos sempre levam aos mesmos lugares. Com o mesmo esforço a PHARMACOACHING pode ir muito além.

Veja o que a PHARMACOACHING vai fazer por você:

Icone_colorTOMADA DE DECISÃO: com as
recentes mudanças nas organizações, a tomada de decisão não está mais restrita à alta diretoria. Assim, funcionários de todos os níveis hierárquicos precisam escolher, diariamente, quais os melhores caminhos a escolher.  Conheça os principais erros cometidos, os processos mais adequados e formas criativas de enxergar as opções adequadas. Saiba mais.

Icone_colorNEGOCIAÇÃO: o que realmente está em jogo quando estamos negociando algo? Com quem estamos efetivamente negociando? Se você nunca se fez estas perguntas, pode estar deixando escapar grandes oportunidades. Entenda como identificar os principais elementos dentro de uma Negociação – e como eles se relacionam. Descubra como encontrar seus pontos de alavancagem e como buscar as melhores alternativas em cada situação. Saiba mais.

Icone_color INFLUÊNCIA E PERSUASÃO: todos nos achamos capazes de influenciar, persuadir e convencer. Neste curso você verá o que a ciência diz sobre isso e até que ponto estamos certos. Conhecerá, também, as sutis diferenças entre uma mensagem comum e outra absolutamente arrebatadora. Saiba mais.

Icone_color LIDERANÇA: dizem que um bom líder consegue resultados bons mesmo com uma equipe ruim. Mas o verdadeiro líder, além dos resultados bons, consegue transformar uma equipe ruim num time excepcional – independentemente de quem a lidera. Veja como isso é possível através do exemplo de quem precisou liderar pessoas em situações mais do que extremas. Saiba mais.

Icone_color MOTIVAÇÃO: vivemos constantes mudanças tecnológicas, culturais e sociais, mas as empresas ainda teimam em motivar seus funcionários com modelos e conceitos do século passado. Entenda por que isso não dá mais certo e veja como ter uma equipe comprometida e motivada de verdade. Saiba mais.

Falsificando a escassez

Toda vez que vejo uma empresa lançando um produto em "edição limitada" fico com uma perigosa sensação de extinção na cabeça. Desta vez é a PepsiCo lançando novos sabores de sua batatinha Ruffles: Limão, Costelinha e Pizza.

Imediatamente pensei: será que estão acabando os estoques de limão? Haverá alguma praga varrendo os rebanhos suínos da face da Terra? Ou estaria o orégano sendo extinto?

Continue lendo “Falsificando a escassez”

Imagine: How Creativity Works – Jonah Lehrer

ATENÇÃO: depois da publicação deste texto, erros graves foram encontrados no livro levando, inclusive, ao seu recolhimento pela editora. Leia mais sobre o caso aqui: Traído pela ambição.

A moderna literatura corporativa está repleta de livros sobre Inovação e Empreendedorismo, dois conceitos intimamente ligados por seus elementos fundamentais: Criação e Execução. Muito já se escreveu, também, sobre o segundo elemento, mas quase nada sobre o primeiro. O pouco que há, ainda assim, trata o tema de forma meio mágica, mitológica, transcendental.

Imgine

Não é este o caso de Imagine: How Creativity Works (Houghton Mifflin Harcourt, 2012), no qual Jonah Lehrer oferece uma visão um tanto científica sobre Criatividade. Ciências, aliás, é a praia de Lehrer*, um jornalista especializado em traduzir jargões acadêmicos para um formato adequado a nós, leigos.

O livro reúne algumas das mais recentes descobertas acerca do processo criativo, muitas das quais, aliás, contradizem o que até agora tínhamos como verdade. Para tanto, o autor divide o livro em duas partes: na primeira ele aborda aspectos individuais da criatividade, enquanto que a segunda é dedicada às criações coletivas.

Continue lendoImagine: How Creativity Works – Jonah Lehrer”

Comendo com os olhos

Pouca gente sabe, mas venho de uma família de exímios cozinheiros. Meu avô materno comandou seu próprio restaurante por décadas. Meus tios herdaram seus dons, para alegria dos convidados de suas frequentes comemorações. Já eu não passo vergonha, tampouco fome.

Mas o que isso tem a ver com Administração? Muita coisa! Assista um episódio de Kitchen Nightmares e imediatamente você verá o link entre gastronomia e gestão.

Continue lendo “Comendo com os olhos”

Coincidência e Causalidade

Alguns dos mais importantes conceitos de Psicologia surgiram ainda na década de 1950, através dos estudos de B. F. Skinner, um dos mais influentes pensadores do século 20. Em suas pesquisas, Skinner criou engenhocas que registravam tudo aquilo que suas cobaias faziam – normalmente ratos ou pombos. De uma dessas caixas de Skinner, como ficaram conhecidas, surgiu a explicação para um curioso comportamento humano.

Desde os seus primórdios, o homem sempre tentou encontrar sentido para tudo o que acontecia ao seu redor. Buscava explicações, inclusive, para fenômenos naturais como a chuva, o nascimento de um bezerro, ou um apêndice inflamado.

Continue lendo “Coincidência e Causalidade”

A disrupção da Apple

Quem veio ler esse texto esperando mais uma apologia à empresa criada por Steve Jobs enganou-se redondamente. O que você lerá nos próximos parágrafos é exatamente o oposto: a Apple provando do seu próprio remédio.

Nos seus primórdios, a Apple entendeu como ninguém o princípio da Inovação Disruptiva, tal como postulado por seu criador, Clayton Christensen:

– A maioria das empresas apenas melhora os produtos que já têm, aumentando um pouco a performance, assim como o preço. É a Inovação Incremental;

Continue lendo “A disrupção da Apple”